Pontos Positivos e Negativos de uma Empresa Familiar.

Dentro do mundo dos negócios, o empreendedor encontra diferentes formas de organizar seu futuro estabelecimento e, uma destas maneiras é por meio da empresa familiar. Porém, se abrir um negócio com amigos ou sozinho já impõem determinados desafios e dificuldades, quando seu empreendimento é aberto em conjunto com membros da sua família e, com todos trabalhando no mesmo local, dependendo da forma como a empresa é conduzida, as relações podem não se tornar as mais fáceis.

Como Funciona a Empresa Familiar

A principal característica de uma empresa familiar é que ela precisa ter poder decisório com base na hereditariedade. Então, é necessário que a pessoa escolhida para coordenar o negócio, decida pelas melhores estratégias e seja um sucessor direto de pelo menos duas gerações que fundaram a empresa. É importante, também, que a cultura organizacional do negócio tenha como base os princípios da família que a coordena, propondo assim que todos sigam com os mesmos ideais.

No entanto, o líder precisa pensar antes nos interesses do negócio e depois nos da família, e sempre agir com ética, clareza e profissionalismo na relação estabelecida entre os participantes desse empreendimento. Quando este alinhamento não é bem definido, todos mandam e desmandam ao mesmo tempo, os funcionários ficaram confusos e a empresa acaba correndo risco. Para evitar isso, especialmente numa organização familiar, é muito importante que os donos falem a mesma língua e tenham os mesmos interesses e valores. Quando isso não acontece, se formam grupos opostos e disputas de poder, e o que poderia ser um negócio promissor, se torna um ringue entre os familiares.

Será que esse esquema funciona?

Se uma empresa familiar é o espelho dos interesses e filosofias da família, claramente um negócio controlado por um grupo de pessoas que não é unido tem muitas chances de não alcançar o sucesso nunca. Esse esquema só funciona se a família que a comanda tem um relacionamento saudável primeiramente em casa. Todo o trabalho desenvolvido nessa empresa tem que ter muita organização e praticar o segredo do sucesso: uma boa comunicação.

Dentro de um ambiente em que muitos valores são colocados a prova, é fundamental que todos os familiares envolvidos no negócio tenham a consciência de qual é o seu papel; suas funções; direitos e deveres dentro da empresa. Isso evitará que conflitos de ordem pessoal afetem a gestão da empresa, as decisões empresariais e, que sentimentos mal resolvidos, interfiram na administração da empresa da família.

Principais conflitos

Assim como comentei acima, dentro de uma empresa familiar é extremamente necessário que as pessoas saibam separar a família do negócio. Misturar sentimentos externos à empresa e que dizem respeito somente a uma situação particular entre familiares, não podem trazer tensão, ingerências e nem falta de profissionalismo para dentro do ambiente do seu negócio.

Imagine a seguinte situação. O sobrinho, que dirige a empresa toma determinada decisão de comprar insumos de um novo fornecedor, que se tornará parceiro estratégico do negócio e que custará x reais. O tio, que também é sócio, e que atua no departamento financeiro, sem perguntar sobre a negociação, vai e veta a compra. Aqui é um exemplo de como é importante haver total alinhamento de informações, clareza na comunicação e profissionalismo, para que problemas familiares não interfiram na empresa.

Para evitar crises desta natureza, essa separação de interesses, poderes, papéis é essencial para que as regras sejam respeitadas assim como em qualquer outro negócio. Bens ou dinheiro da empresa não podem ser utilizados sem autorização, regras impostas por um superior não podem ser desrespeitadas, tarefas dadas por um gestor não podem ser sobrepostas por outro… Outro fator que pode ser problemático dentro de uma empresa coordenada por uma família é a distribuição do capital investido e dos lucros. Este é um assunto que deve ficar muito bem definido para que os sócios saibam desde o início qual será sua porcentagem de participação nos rendimentos, possa receber o valor estipulado e não haja guerra familiar por conta de dinheiro.

A falta de planejamento é outro problema que qualquer tipo de empresa, e também as coordenadas por famílias, também sofrem. Entretanto, isso piora ainda mais se cada um deseja conduzir o negócio de um jeito e, os familiares não chegam a um denominador comum. Assim, mais um problema está instalado.

Outro ponto de atenção é a falta experiência na hora de implementar ações estratégicas e melhorias. Isso é um ponto bastante negativo, principalmente dentro do ambiente de uma empresa familiar, por exigir maiores etapas de aprovação entre os coordenadores.

Cuidado com o Nepotismo

Eu sei que você quer ajudar sua família, mas é importante cuidar para que o seu negócio não sofra de nepotismo. Dar um cargo dentro da empresa para um familiar somente porque ele faz parte da família não trará benefício algum ao negócio, a não ser que ele seja realmente qualificado para esse cargo. Trago este alerta porque se o seu parente não souber trabalhar com o que lhe foi proposto, sua contratação podem acabar comprometendo os resultados e ainda causar mal estar entre seus funcionários.

Mas e os pontos positivos?

Uma empresa familiar bem organizada, com um comando mais centralizado e uma liderança firme, que tem de seus sócios a confiança para tomar as decisões que o negócio precisa para crescer, com certeza sai na frente. Sem falar que um sobrenome de respeito, dentro da sociedade, ainda é algo que traz muitos benefícios, afinal, a credibilidade da empresa anda lado com a reputação da família.

Se a sua família luta pelo melhor para todos, sem vaidades, esse é o tipo de valor que se quer ver liderando qualquer empresa. Outra grande vantagem dos negócios familiares é a sintonia nessa proposta. Quando todos trabalham juntos, todos ganham juntos e podem conquistar o sucesso!

Além isso, a confiança um no outro pode se tornar um sentimento aliado na condução de uma empresa familiar. Podendo confiar fielmente no discernimento do seu parceiro de negócios e de família, as possibilidades de crescimento e os níveis de desenvolvimento, competitividade e lucratividade do seu empreendimento só têm a aumentar.

Por fim, se você também tem uma empresa em conjunto com sua família, fique atento a todos estes pontos. Busque sempre ter uma comunicação assertiva, tomar decisões com transparência e clareza e de modo que todos entendam quais são os objetivos destas definições. Em se tratando dos lucros, estabeleça também os valores das retiradas desde o início e, conforme o negócio for crescendo, atualize o valor da participação dos sócios. Lembrando sempre que é importante não apenas tirar dinheiro, mas reinvestir parte do capital lucrado na evolução contínua do seu negócio. Fique atento a estas dicas e boa sorte!

fonte:http://marcusmarques.com.br/empreendedorismo/pontos-positivos-negativos-empresa-familiar/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: